quarta-feira, 9 de junho de 2010


"E você aprende a recomeçar agradecendo por vitórias tão pequenininhas… Como quando é noite e antes de dormir você se enche de gratidão: 'Deus, obrigada, porque é noite e eu tenho o sono...Que venha um sonho novo, então’."

(Marla de Queiroz)

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Casa comigo?




"- Por que quer se casar comigo?
Além de satisfazer um desejo burguês
de um ideal imposto pela sociedade desde a tenra idade
para promover uma ideologia capitalista?"


- Ouça.
Quero me casar com você porque é a primeira pessoa
que quero ver ao acordar pela manhã
e a única que quero dar um beijo de boa noite.
Porque a primeira vez que vi essas mãos,
não pude imaginar não poder segurá-las.
Mas principalmente, porque quando se ama alguém como eu te amo
casar é a única coisa a fazer.

Então, quer se casar comigo?

Trecho do Filme "Três Vezes Amor"


meninados-olhosdemel.blogspot.com :)
"Não sei se será possível a gente escolher
as próprias verdades, elas mudam tanto.
Não só por isso, nossas verdades quase nunca
são iguais às dos outros, e é isso que gera o que chamamos de solidão,
desencontro, incomunicabilidade.
Talvez a maneira como me debato seja natural, e até positiva.
É possível que eu parta daí para um conhecimento maior de mim mesmo.
Então estarei livre.
Acho que meu mal sou eu mesmo, esses círculos concêntricos
envolvendo o centro do que devo ser.
Mas só poderei me aproximar dos outros
depois que começar a desvendar a mim mesmo.
Antes de estender os braços, preciso saber o que há dentro desses braços,
porque não quero dar somente o vazio.
Também não quero me buscar nos outros,
me amoldar ao que eles pensam, e no fim não saber distinguir
o pensar deles do meu".

Caio.F.Abreu

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Rodrigo



"Que te dizer? Que te amo, que te esperarei um dia, (...)

que consegues mexer dentro de mim? É tão pouco."



CFA

quarta-feira, 26 de maio de 2010


“Simpatizo cada vez mais com quem nos ajuda a remover obstáculos mentais e emocionais, e a viver de forma mais íntegra, simples e sincera”

Martha Medeiros

quarta-feira, 19 de maio de 2010


"Vida marejada, nó apertado na garganta das coisas, chega finalmente o momento em que desejamos apenas o sossego que costuma vir com a aceitação. Coragem, às vezes, é desapego. É parar de se esticar, em vão, para trazer a linha de volta. É permitir que voe sem que nos leve junto. É aceitar que a esperança há muito se desprendeu do sonho. É aceitar doer inteiro até florir de novo. É abençoar o amor, aquele lá, que a gente não alcança mais. "

Ana Jácomo

segunda-feira, 17 de maio de 2010


"Igualzinho ao que acontece com todas as pessoas, num trecho ou outro da estrada, eu já senti tanta dor que parecia que os golpes haviam me quebrado toda por dentro. Não sabia se era possível juntar os pedaços, por onde começar, nem se o cansaço me permitiria movimentos na direção de qualquer tentativa. Quando o susto é grande e dói assim, a gente precisa de algum tempo para recuperar o fôlego outra vez. Para voltar a caminhar sem contrair tanto os ombros e a vida. Um espaço para a gente quase se reinventar.

O tempo passa. O fôlego retorna. Parece milagre, mas as sementes de cura começam a florescer nos mesmos jardins onde parecia que nenhuma outra flor brotaria. A alma é sábia: enquanto achamos que só existe dor, ela trabalha, em silêncio, para tecer o momento novo. E ele chega.''


Ana Jácomoo

sexta-feira, 14 de maio de 2010




Entenda-me se às vezes quase morro de saudades. Entenda-me, porque às vezes sou quase um vazio constante. As fotos atiradas sobre a cômoda são apenas fotos, não preenchem mais, não matam e me matam. Ando tão necessitada de seus sorrisos, abraços, mancadas. Éramos um. Somos ainda. Somos um em fragmento espalhados pelo mundo.
E se sinto falta dos pedaços que me pertencem por direitos conquistados – porque toda amizade é conquistada – é porque ainda os amos, e continuarei amando até morrer de tanta saudade.


Bruna Berri

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Machucada.


"Quis morrer de novo, engoli outra rejeição - mas estou vivo e, sinto muito, vou continuar."

(meu amigo Caaaaio)

Cansada e ferida..



"Endureci um pouco, desacreditei muito das coisas, sobretudo das pessoas e suas boas intenções."


Caio Fernando Abreu

"Às vezes, quando ainda valia a pena, eu ficava horas pensando que podia voltar tudo a ser como antes."


Caio Fernando Abreu

quinta-feira, 6 de maio de 2010


"Essa vida viu, Zé. Pode ser boa que é uma coisa. Já chorei muito, já doeu muito esse coração. Mas agora tô, ó, tá vendo? De pedra.Nem pena do mundo eu consigo mais sentir. Minha pureza era linda, Zé, mas ninguém entendia ela, ninguém acolhia ela. Todo mundo só abusava dela. Agora ninguém mais abusa da minha alma pelo simples fato de que eu não tenho mais alma nenhuma. Já era, Zé. É isso que chamam de ser esperto? Nossa, então eu sou uma ninja. Bate aqui no meu peito, Zé? Sentiu o barulho de granito? Quebrou o braço, Zé? Desculpa!"

Tati Bernardi

"Então, pequena Amélie, os teus ossos não são feitos de vidro. Podes levar algumas pancadas da vida. Se deixares escapar esta oportunidade, eventualmente o teu coração vai ficar tão seco e quebradiço como o meu esqueleto. Então, vai apanhá-lo!"


O fabuloso destino de Amélie




Quando estamos sozinhos, somos pela metade.
Quando somos dois, somos um.
Quando deixamos de ser um dos dois,
Não somos nem a metade que começamos a história.

(Fabrício Carpinejar)




Acho sinceramente que certas coisas agnt não deveria lembrar ..



"As coisas acontecem do jeito que acontecem e estão certas assim. Não me arrependo de nada. Mas vezenquando passa pela cabeça um “ah, podia ter sido diferente...” ."

(Caio Fernando Abreu)














domingo, 2 de maio de 2010




Que a gente siga cultivando um pouco da pureza,
inocência e confiança que a gente tinha aos 8 anos, coisas
que acabam se perdendo com a brutalidade do cotidiano.
Se eu não sinto saudade da infância, é porque essa inocência
de certa forma ainda preservo,porque sem ela ficamos
muito ásperos em relação a tudo.
Então, sigamos inocentes, mas sem deixar de curtir
a magnitude de ser gente grande.

Martha Medeiros

sexta-feira, 30 de abril de 2010




"E eu tenho vontade de segurar seu rosto e ordenar que você seja esperto e jamais me perca e seja feliz. E que entenda que temos tudo o que duas pessoas precisam para ser feliz: A gente dá muitas risadas juntos. A gente admira o outro desde o dedinho do pé até onde cada um chegou sozinho. A gente acha que o mundo está maluco e sonha com sonos jamais despertados antes do meio-dia. A gente tem certeza de que nenhum perfume do mundo é melhor do que a nuca do outro no final do dia. A gente se reconheceu de longa data quando se viu pela primeira vez na vida."
Tati Bernardi

sexta-feira, 16 de abril de 2010



Acho que eu digo tantas bobagens porque sei mesmo que no final de tudo a gente não vai se perder. As minhas palavras são ásperas porque as minhas emoções oscilam, mas é tudo só medo de te perder por algum motivo dessa vida e acabar tendo que me esconder nas minhas mentiras de novo pra, de novo, tentar encarar o sol sem ter você. É por isso que eu sempre seguro sua mão com força, é por isso que meu abraço às vezes te sufoca e que meu coração grita tão alto que te envergonha. A verdade é que eu tinha muitas teorias de liberdade e independência, mas é verdade também que eu, antes de tudo isso, nunca tinha entendido o que era mesmo o amor.

[Rani Ghazzaoui]

terça-feira, 13 de abril de 2010


Engordei?Engordei um quilinho.
Não deve constar na lista dos pecados mortais.
Na alma, que é o que importa,
estou esquelética.

LEVE FEITO UMA PÉTALA”


Martha Medeiros

segunda-feira, 5 de abril de 2010



O tempo não comprou passagem de volta.
Tenho lembranças, não saudade.
(Mário Lago)

segunda-feira, 29 de março de 2010




"Pense no seu tamanho... é uma menina tão grande! Pense no quanto caminhou hoje! Pense na hora que é! Pense em qualquer coisa, mas não chore!"

(Alice no País dos Espelhos)

quinta-feira, 25 de março de 2010




Me conta agora como hei de partir

Se, ao te conhecer, dei pra sonhar..

Agora conta como hei de partir?



[Chico Buarque]

domingo, 21 de março de 2010



Quando você é criança, a noite é assustadora.
Porque existem monstros escondidos debaixo da cama.
Quando você cresce os monstros são diferentes.
Desconfiança...solidão...arrependimento.
E embora você seja mais velho e mais sábio,
você ainda se vê com medo do escuro.



Grey's Anatomy

quarta-feira, 17 de março de 2010

domingo, 14 de março de 2010


De repente, você vê que aprendeu várias coisas. Mas não foi de repente, foi aos poucos. “De repente” não quer dizer que aprendeu rápido. Quer dizer que você não percebe que está aprendendo, até que aprende.
Você olha pra suas fotos antigas e não consegue se enxergar. Você se lembra de frases ditas e atitudes tomadas e as trata como se fosse de outro alguém. Você aprende que não há amor que não acabe, doença que não se cure, não há estrada sem fim. O caminho, sim, é sem fim. Basta torcer para estar percorrendo o caminho certo. Basta perceber que seu caminho é errado e esperar pelo próximo retorno.
É uma estrada de duas mãos.
De repente, você se sente cansado de tanto aprender quando, na verdade, você está é cansado de estar rodeado de gente que não aprendeu coisa nenhuma.


.

Gabriella Beth Invitti

uma lembrança boa,


"Então sejamos aquela ausência no outro que não dói. E um pedaço de lembrança boa...E mais um aprendizado, pra aumentar o pedaço.Porque minha memória só funciona pra enfeitar, nunca pra denegrir uma pessoa."


(Marla de Queiroz)

sexta-feira, 12 de março de 2010

Pq é preciso mudar..


"Não sei se será possível a gente escolher as próprias verdades, elas mudam tanto. Não só por isso, nossas verdades quase nunca são iguais às dos outros, e é isso que gera o que chamamos de solidão, desencontro, incomunicabilidade. Talvez a maneira como me debato seja natural, e até positiva. É possível que eu parta daí para um conhecimento maior de mim mesmo. Então estarei livre. Acho que meu mal sou eu mesmo, esses círculos concêntricos envolvendo o centro do que devo ser. Mas só poderei me aproximar dos outros depois que começar a desvendar a mim mesmo. Antes de estender os braços, preciso saber o que há dentro desses braços, porque não quero dar somente o vazio. Também não quero me buscar nos outros, me amoldar ao que eles pensam, e no fim não saber distinguir o pensar deles do meu."

(Caio Fernando Abreu)



[ - é tudo isso Caio, é tudo muito isso, sabe.. ahh como você me entendee..]

quinta-feira, 11 de março de 2010


"Uma pessoa, quando está longe, vive coisas que não te comunica, e tu, aqui, vive coisas que não a comunica. Então, vocês vão se distanciando e, quando vocês se encontrarem, vocês vão se falar assim: oi, tudo bom e tal, como é que vão as coisas? E aí ele vai te falar, por cima, de tudo que ele viveu, e, não sei, vai ser uma proximidade distante. Não adianta, no momento que as pessoas se afastam, elas estão irremediavelmente perdidas uma da outra."

[Caaaiio F.A]

terça-feira, 9 de março de 2010


'... rir dos cárceres onde se prendeu
e levou um tempo imenso
pra descobrir que as chaves
estavam com você o tempo todo'


[Ana Jácomo]

quinta-feira, 4 de março de 2010

Futuro..



Derrubei todas as minhas paredes pra dar lugar a mais janelas.
Quero que meus olhos alcancem além do que há aqui.
[Fernanda Gaona]

terça-feira, 2 de março de 2010


"Já tive torres internas que foram ao chão. Torres altas demais para mim, torres que nem chegaram a ficar concluídas, torres que me exigiram esforço e que me deram prazer, até que alguém, com uma frase, ou com um gesto, as fez virem abaixo. Tinha gente dentro, tinha eu..."
[Martha Medeiros]

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010



Alguém me tire este sorriso pateta da cara e o acelerador do peito?
Estarei eu apaixonada numa paixão tão única e leve que me puxa as covinhas dos lábios até as orelhas e faz o coração em forma de pudim a saltitar no peito?
Será que afinal é sangue que me corre nas veias e ar de que encho os pulmões?
Serei eu de carne e osso, fibra e esperança?
Basta olhar pela janela e perceber que é tudo tão mais simples quando simplesmente se vive e se trás até nós quem mais merecemos e nos quer bem.


[pichulix.blogspot.com]



"Te prometo isto. Te prometo deixar meu coração na palma da sua mão. Eu me prometo a você."

(Grey's Anatomy)

[ sete meses :)]

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010



'Eu já pensei seriamente nisso,
mas nunca me levei realmente a sério.
É que tem mais chão nos meus olhos
do que cansaço nas minhas pernas,
mais esperança nos meus passos
do que tristeza nos meus ombros,
mais estrada no meu coração
do que medo na minha cabeça.'


[Cora Coralina]

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

"Quantas vezes batemos em retirada,
com o coração amargurado pela injustiça...

Quantas vezes sentimos solidão,
mesmo cercado de pessoas...

Quantas vezes voltamos para casa
com a sensação de derrota...

Quantas vezes aquela lágrima, teima em cair,
justamente na hora em que
precisamos ser fortes...

Quantas vezes pedimos a Deus
um pouco de força, um pouco de luz...

E a resposta vem, seja lá como for,
um sorriso, um olhar cúmplice,
um cartãozinho, um bilhete,
um gesto de amor...

E a gente insiste...

Insiste em prosseguir,
em acreditar,
em transformar,
em dividir,
em estar,
em ser;

E Deus insiste...
Insiste em nos abençoar,
em nos mostrar o caminho..
Aquele mais difícil,
mais complicado, mais bonito..."

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010


Te Amar não é Fácil, é quase o Anti-Amor. É muito Quase, como se Você nem Existisse, porque só o Homem Perfeito mereceria tanto Sentimento. E eu te Anulo o Tempo todo Dizendo para Mim, Repetindo para Mim, o Quanto você Falha, o Quanto você Fraqueja, o Quanto você se Engana. E fazendo Isso, eu só Consigo te Amar mais Ainda.


Tati Bernardi

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Por você vale a pena..


"Eu entro nesse barco, é só me pedir. Nem precisa de jeito certo, só dizer e eu vou (...). Eu abandono histórias, passado, cicatrizes. Mudo o visual, deixo o cabelo crescer, começo a comer direito, vou todo dia pra academia (...). Mas você tem que remar também. Eu desisto fácil, você sabe. E talvez essa viagem não dure mais do que alguns minutos, mas eu entro nesse barco, é só me pedir. Perco o medo de dirigir só pra atravessar o mundo pra te ver todo dia. Mas você tem que me prometer que vai remar junto comigo. Mesmo se esse barco estiver furado eu vou, basta me pedir. Mas a gente tem que afundar junto e descobrir que é possível nadar junto. Eu te ensino a nadar, juro! Mas você tem que me prometer que vai tentar, que vai se esforçar, que vai remar enquanto for preciso, enquanto tiver forças! Você tem que me prometer que essa viagem não vai ser a toa, que vale a pena. Que por você vale a pena. Que por nós vale a pena. Remar. Re-amar. Amar".

(Caio Fernando Abreu)

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010


Nós dois juntos, sentados no chão, um ao lado do outro, em um final de tarde, vendo o sol sumir ao longe; só nós, mais ninguém por perto, onde o silêncio é quebrado por lágrimas e frases curtas. Frases que traduzem o maior desejo dos dois: serem felizes juntos. E seremos.

(Mayara - aresdesonho.blogspot.com)



;D

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010




E através delas tomei consciência de que a força invencível que impulsionou o mundo não foram os amores felizes e sim os contrariados.

[Gabriel Garcia Márquez]

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

"Eu posso sentir isso de novo. Que bom. Achei que eu ia ser esperta pra sempre, mas para a minha grande alegria estou me sentindo uma idiota. Sabe o que eu fiz hoje? As pazes com o Bob Marley, com o Bob Dylan e até com o ovomaltine do Bob’s. As pazes com os casais que se balançam abraçados enquanto não esperam nada, as pazes com as pessoas que não sabem ver o que eu vejo. E eu só vejo você me ensinando a dar estrela. Eu só vejo você enchendo minha vida de estrelas. Se você puder, não tenha medo. Eu sou só uma menina que voltou a ver estrelas. E que repete, sem medo e sem fim, a palavra estrela no mesmo parágrafo. Estrela, estrela, estrela. Zilhões de vezes."

(Tati Bernardi)

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010


"Para ver você feliz, escrevo dias ensolarados. Espalho aquarela para pintar o céu com cores favoritas. Troco luneta. Faço caleidoscópio para observar estrelas e inventar constelações de meio-dia. Para ver você feliz penso em planos mirabolantes para camuflar pequenas surpresas nas inevitáveis rotinas. Para ver você feliz, te distraio com realidades fantásticas enquanto os furacões da vida normal passam. É só isso que posso fazer. Tempo ruim é meteorológico e se você conseguir enxergar esperança, até a chuva tem sua sombra feita de arco íris."

(Tiago Yonamine)

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

"Tenho dias lindos, mesmo quietinhos."

(CFA)


(muito feliiiz)

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010


"Que todo mundo tenha um amor quentinho. Descanso pro complicado do mundo. Surpresa pra rotina dos dias. A quem esperar. De quem sentir saudades. Um nome entre todos. O verso mais bonito. A música que não se esquece. O par pra toda dança. Por quem acordar. Com quem sonhar antes de dormir. Uma mão pra segurar, um ombro pra deitar, um abraço pra morar. Um tema pra toda história. Uma certeza pra toda dúvida. Janela acesa em noite escura. Cais onde aportar. Bonança, depois da tempestade. Uma vida costurar na sua, com o fio compriiiiido do tempo."

Briza Mulatinho

muito liiiiindoo ;)

Amiigos,

"E, mesmo quando o vento consegue derrubar um dos meus pilares, me alegra ver que tenho gente pronta pra me reformar. São remendos, rebocos, estacas e escoras. É cimento, é argamassa, é durepóxi, pode ser até goma de mascar. Guardo comigo esses remendos, bem como a fisionomia de todos que se prontificaram a me arrumar. E sempre que faz sol eu saio pela rua pra erguer paredes que caem a todo minuto. Retribuir."

(Lucas Silveira)

domingo, 31 de janeiro de 2010


"E ambos andavam tontos, era o amor."

(Clarice Lispector
)

sábado, 30 de janeiro de 2010


"Creio que será permitido guardar uma leve tristeza e também uma boa lembrança; que não será proibido confessar que às vezes se tem saudades, nem odioso dizer que a separação, ao mesmo tempo, traz-nos um inexplicável sentimento de alívio e de sossego, mas também uma indefinível dor. É que houve momentos perfeitos, que passaram, mas não se perderam por que ficaram em nossas vidas e a lembrança deles nos faz sentir maiores, fazendo com que nossa solidão seja menos infeliz."

(William Shakespeare)

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010



“Fim de tarde. Dia banal, terça, quarta-feira. Eu estava me sentindo muito triste. Você pode dizer que isso tem sido freqüente demais, até mesmo um pouco (ou muito) chato. Mas, que se há de fazer, se eu estava mesmo muito triste? Tristeza-garoa, fininha, cortante, persistente, com alguns relâmpagos de catástrofe futura. Projeções: e amanhã, e depois? e trabalho, amor, moradia? o que vai acontecer? Típico pensamento-nada-a-ver: sossega, o que vai acontecer acontecerá. Relaxa, baby, e flui: barquinho na correnteza, Deus dará. Essas coisas meio piegas, meio burras, eu vinha pensando naquele dia. Resolvi andar.”


CFA

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

"..É que vezenquando dá uma saudade na gente dessas coisas. São todas coisas simples. Meio bobas, muito bonitas. (...) Mas tudo bem."

CFA